Med_falsificados

Diretiva dos medicamentos falsificados

No dia 9 de fevereiro, na Europa, tornou-se obrigatória a presença de um identificador único nos medicamentos para uso humano (um código de barras bi-dimensional) assim como um sistema de segurança na embalagem, que indica se a embalagem foi aberta ou alterada desde que deixou o fabricante e que garante a autenticidade do seu conteúdo.

Esta medida faz parte da diretiva dos medicamentos falsificados e deve ser cumprida em todos os estados-membro, à exceção da Grécia e Itália que têm até 2025 para atualizar os seus sistemas de rastreabilidade.

Para mais informações poderá consultar o website da Agência Europeia do Medicamento aqui, e a circular do INFARMED, I.P .

Na ELS Solutions temos uma equipa de assuntos regulamentares rigorosa e atenta a todas as alterações da legislação aplicável, qualquer que seja o seu mercado. Estamos aqui para o ajudar cumprir todos requisitos legais, a rentabilizar o seu tempo e a torná-lo ainda mais competitivo!

A tecnologia na mudança da medicina moderna
Dia de São Valentim